Uma mudança de perspectiva



Alguns meses atrás eu estava com minha vida estagnada. Me sentia perdida, confusa, sem entender o que deveria fazer, se dava um passo atrás ou à frente e, seguia no mesmo lugar. A sensação que eu tinha era de que estava numa ilha que só cabia eu mesma e, ou eu dava um passo para o incerto, ou permanecia ali esperando algo acontecer.
Mas o tempo não deixa de passar enquanto você está decidindo o que fazer. A vida segue, os amigos vivem suas vidas, você se sente cada vez pior ao ver o tempo passando e, cada vez mais paralisada de medo de ter que tomar alguma decisão. 
_
E aí? 

Aí, meu queridos, a vida seguiu. 
_

Fui paralisada com uma notícia que me tirou o chão e me fez cair de vez: 
meu melhor amigo faleceu de uma maneira profundamente dolorosa.

Nesse momento, se havia ilha sob meus pés, tudo virou água. E eu queria me afogar nela. 
Naquele instante, tudo o que eu via era água e toda a minha realidade se tornou água. Incerta, profunda e fluída água. Foi quando Deus, em sua grandíssima misericórdia me disse algo que mudou tudo: 

Ei filha! Você não está sozinha.

Eu havia desistido de mim mesma quando ele enviou pessoas que não desistiram de lutar por mim. Ele me mostrou que aquelas pessoas sempre estiveram ali; que bastava eu estender a mão, pois elas estariam prontas a segurar. A partir disso, comecei um processo de reconstrução de quem eu era, de quem eu queria ser e de quem Deus queria que eu fosse. Deixei pra trás as predefinições que haviam sido criadas durante anos nas cicatrizes das dores que eu vivi. Deixei pra trás o medo, a vergonha, a timidez, o receio de não se adequar ou não ser alguém que esperam que eu seja e, resolvi permitir que Ele me mostrasse a pessoa que eu realmente era, quem Ele me criou para ser.

E eu sei que muitos dos que lerão este texto também estão passando por isso. Essa necessidade de mudança; esse desconforto consigo mesmo; essa ilha sob seus pés e, hoje eu quero que você que está lendo saiba que:

Primeiro: Você não está sozinho. Nós estamos juntos nessa.
_
Segundo: Você pode decidir deixar para trás o medo, a vergonha, a timidez e, decidir também, hoje permitir que Deus mostre quem você realmente é por trás de todas as cicatrizes da sua vida. 

As cicatrizes da sua vida não são quem você é. 

E Ele não lhe criou para ficar preso dentro de si mesmo, com o coração aflito, se sentindo inseguro, sozinho e perdido. Você merece muito mais que isso e pode, sim, viver muito mais que isso se decidir dar o primeiro passo e mudar a perspectiva da sua vida. 

"A gente só muda de vida quando a gente muda o que pensa" 

(Samuel Cavalcante)

O convite que eu faço a você hoje é começar a abrir os olhos para quem está ao seu redor. Observar se existem pessoas que estão prontas a lhe estender a mão, que estão prontas a lhe escutar caso você precise. Observado isto, agora comece você a fazer isso na vida delas. Procure ser, na vida destas pessoas, aquele que escuta e aquele que ajuda quando necessário. Não espere um pedido de ajuda, mas simplesmente vá lá e seja amigo. 
_
Feito isso durante algum tempo, observe o que essa mudança de perspectiva e de atitude ocasionou em sua vida e fique à vontade para me contar aqui nos comentários ou através do Instagram (sempre respondo por lá) as suas observações e o que isso mudou na sua vida. 

Espero que sua vida seja abençoada com estas palavras ♡ Grande abraço!


Mais posts

0 comentários